Dicas para um pedal seguro na cidade

Tenho um amigo, o Gaúcho,  que pedala há muitos anos...ele pedala pra tudo quanto é lado e usa muito a bike como meio de locomoção dentro da cidade.

Aprendi muito com ele sobre como pedalar na cidade e em trilhas também. Ele escreveu um texto bem bacana que resolvi compartilhar. São dicas para se pedalar com segurança em nossa selva de pedras.

Bom, aí vão as palavras do Gaúcho!!!

"Na minha experiência diária de trânsito qualquer pessoa que queira usar a bike deve tomar as seguintes atitudes:


1.      Antes de encarar o trânsito

·         Aprender a andar de bicicleta - para isto deve:
·         Saber trocar corretamente as marchas, conhecer a relação de coroas e catracas, quando  e quando usá-las. Qual a combinação quando está lento, quando está rápido, quando está subindo, em que marcha deixar a bicicleta quando para em uma sinaleira por exemplo.
·         Saber andar com somente uma mão no guidão, pois em muitos momentos você precisará sinalizar com a outra.
·         Aprender a tirar as duas rodas do chão ao mesmo tempo. Quando começa a época das chuvas aparecem buracos em todas as partes do DF, nem sempre é possível desviá-los, as vezes é necessário literalmente pular por cima caso contrário o tombo é feio ou então as rodas vão para o espaço.
·         Aprender as técnicas de frenagem – ponto mais importante sua vida pode depender disto, tem que aprender a parar a bicicleta no menor espaço possível e de preferência sem arrastar pneu. Quem para a bicicleta é o freio dianteiro, o freio traseiro serve basicamente para equilibrar a frenagem.

2.      Percurso e sinalizações

·         Estudar detalhadamente o percurso que pretende fazer, de preferência trace pelo menos umas três rotas diferentes para chegar no destino final. Passar sempre pelo mesmo local pode chamar atenção de ladrões.O estudo pode ser feito em um mapa, no Google Earth, no Google Maps, Streer Viwer etc..
·         Levantar todas as entradas a direita, verificar se são rápidas lentas etc... Brasilia tem uma característica terrível para quem anda de bike, as entradas à direita são na diagonal e os carros não precisam diminuir a velocidade para entrar.
·         Depois de traçar o percurso, faça um reconhecimento de carro ou moto, não encare logo de saída com a bicicleta, e a primeira vez que for de bike o faça em um final de semana de preferência no domingo.
·          Estude e treine diversos sinais de braço pois eles farão às vezes dos sinalizadores de direção e também serão um dos meios de comunicação de você e os motoristas.

3.      Como agir no trânsito

·         Lugar de bicicleta é a um metro do meio fio, sempre, no mesmo sentido dos carros. Fazendo isto você será visto como parte integrante do trânsito.
·         Nunca ande na contramão,
·         Nunca ande sobre calçadas,
·         Pare SEMPRE no sinal vermelho. Aqui vale uma observação, eu SEMPRE paro no sinal vermelho, mas procuro sair antes dos carros,  de modo que quando abre o sinal eu estou em uma distância que posso ser visto. É uma medida que adotei ao longo dos anos para minha própria segurança, a diferença de velocidade entre carro e bike na saída é muito grande, se eu sair antes sou visto por todos os carro da fila.
·         Pare na faixa do pedestre, e quando tiver que passar na faixa desça da bike,
·         Cuidado com pedestres, eles saem dos locais mais improváveis e nem sempre respeitam ciclistas,
·         Quando estiver na preferencial e tiver um carro querendo entrar na via, olhe para o motorista nunca para o carro pois o motorista pode estar falando ao telefone ou literalmente não te respeitar. Faça um sinal de positivo ou algo parecido de maneira que ele entenda que terá que te esperar.
·         Muito cuidado com mulheres (gente...isso são as palavras do Gaúcho...aqui tive que discordar dele, acho que tem homem bem desatendo no trânsito também...), taxistas, idosos, ônibus e motociclistas. Normalmente dou especial atenção a esta galera pois são os que menos respeitam ciclistas. São mais perigosos que os motoristas de ônibus.

4.      Dicas Essenciais

·         Nunca discuta, brigue, coloque dedo ou grite com motorista. Você está de bike ele de carro, você sempre será o lado fraco, sempre, e mesmo que ganhe uma discussão, na próxima vez que o motorista te encontrar ele pode simplesmente passar por cima de você. Toda a ação gera uma reação.

·         Preste mais atenção aos teus deveres eles são tão importantes quanto seus direitos.

·         Eu tenho evitado passar nas faixas exclusivas de ônibus, é o tipo de risco desnecessário. Na hora de escolher meus percursos sempre evito os pontos perigosos e as faixas exclusivas de ônibus por serem novas estão entre as mais perigosas.

·         Procurei ser sucinto, tem muito mais coisas para se saber, mas espero que quem se dispuser a ler estas dicas entenda que não se pode simplesmente pegar uma bicicleta e sair andando no meio dos carro.

·         Capacete, luz dianteira, luz traseira, roupa de cores fáceis de visualizar, câmaras reservas, chave de corrente, bomba de ar, etc........ MAS ISTO TODO MUNDO SABE." 


Valeu pelas dicas Gaúcho...agora é só a gente botar tudo em prática!!!

Texto do Gaúcho: gaucho1231@gmail.com










Comentários

  1. Eu me preocupo bastante com carros velhos no trânsito... Não é nem questão de preconceito social, é porque esse povo que anda com carro todo batido, sem farol, sem seta, é porque não tem muita noção mesmo... então eu fico muito atenta ao cruzar com carros assim...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sujou...pintou cachorro na área...o que fazer???

Documentário: "Um ano entre Kouru e Ushuaia.

Aplicativos úteis em viagens de bicicleta!