Uma pedalADA pela América - Os mistérios do mundo Inca - Machu Picchu, Vale Sagrado e Choquequirao



Alguns dias tentando desvendar um pouco do mundo Inca...

Ficamos uns bons dias nas redondezas de Cusco...foram dias pra descansar e também pra conhecer um pouco dessas maravilhas que são as construções Incas.

Cusco é uma cidade muito interessante (e cheia de turistas a todo tempo) tem seu lado histórico que deixa a cidade mais especial e também tem uma noite bem agitada...se quer badalar tem coisa pra fazer todas as noites!!!



A "famosa pedra de 12 ângulos em Cusco.

Noites de Pisco...


Que tal comer um ratinho? O famoso Cuy, preparado do jeito que você quiser pelas ruas de Cusco.


Ficamos aí uns dias pra descansar e logo saímos por conhecer as redondezas...foi realmente uma maratona Inca.
A primeira cidade a conhecer foi Pisac, aí tem também uma cidade Inca muito grande, dizem que é a segunda mais importante depois de Machu Picchu. Já deu pra sentir como seria Machu Picchu. As construções e a organização de tudo são realmente impressionantes. O seu local arqueológico é um dos mais importantes do Vale Sagrado dos Incas.




De Pisac seguimos a Moray, outra impressionante construção. São “terraças” onde os Incas faziam experimentos agrícolas e iam aclimatando as espécies às diversas altitudes.



A outra bela construção que fomos conhecer foi Ollantaytambo, que fica na cidade de mesmo nome. Aí sim muitos turistas, fila pra subir nas ruínas, mas guias de graça (de tanto turista bastava seguir a fila e ir escutando as explicações dos guias...rss...)


Pra conhecer essas três ruínas compra-se um ingresso e tem-se apenas dois dias, e elas estão em cidades diferentes. Como íamos por conta própria (leia-se: de busão, pra reduzir os custos) foi realmente uma maratona conhecer estes três lugares.

Nestas fotos abaixo você pode ver como chegar a Machu Picchu de maneira econômica e divertida. Ficamos com a opção 3 , claro!!!! Não somos ricos, nem queríamos disfarçar de llama. rss



Mas a maratona seguia, teríamos pela frente a mais famosa e importante de todas, a cidade de Machu Pcichu. Antes de chegar lá demos uma passadinha numas águas termais pra descansar da correria total e no dia seguinte seguimos caminhando da hidrelétrica até a cidade de Aguas Calientes. 
Um trecking bem tranquilo de apenas 2,5 horas. Depois, no blog, posto detalhes de como chegar aí em Aguas Calientes se quer gastar bem pouco (mas tem que ter um pouquinho de sacrifício...rss...).



Bom, de Aguas Calientes chegou finalmente o grande dia...Dia de ir a Machu Picchu. Subimos uma hora de escadas até a entrada do parque. As sete da manhã é impressionante a quantidade de gente que há. E quando se chega é realmente tudo muito impressionante. Uma cidade, grande, feita de pedras no alto de uma montanha. A palavra pra descrever tudo é realmente impressionante e grandioso. Como podiam ter feito tudo isso há tanto tempo. Foi um dia inteiro pra conhecer tudo e ao fim do dia exaustão de tanto caminhar, subir e descer montanha e escadas. Mas valeu a pena.
Ps: Justo no dia mais importante e esperado da viagem a minha câmera pifa...sorte que estava com os meninos e pude ter algum registro desse dia. Gratidão Antoni e Rogério pelas fotos!!!






Pensa que acabou? Nada disso... voltamos a Cusco, pegamos as bikes e seguimos pra cidade de San Pedro de Cachora. 

A volta pra Cusco nos surpreendeu...tinha muita neve na parte mais alta da estrada. A paisagem estava simplesmente deslumbrante!!!

Foram alguns dias até Cachorra e no caminho nosso grupo cresceu, chegamos a pedalar em 7 ciclistas. Uma coisa linda de se ver. Pra dormir uma confusão e pra sair nunca todo mundo tava pronto, sem falar nos pneus furados que apareciam justo na hora de sair. 

Com este grupo pedalamos poucos kms, as subidas eram duras demais, mas a verdade é que foram dias muito lindos e divertidos.

Grupo feito: Cris (Brasil), Luis (Argentina) Eu, Rogério (Brasil), Antoni (Espanha), Andréa (Brasil) e Léo (França). O Brasil em maioria no grupo de ciclo turistas.


Paisagens lindas do caminho e subidas intermináveis. Tente achar um ciclista na paisagem...rss



Já quase em San Pedro de Cachorra a paisagem sempre linda. Parece pintura.

Daí seguimos para um lindo e duro trecking (sem dúvidas o mais duro que já fiz até hoje). Foram quatro dias no total para conhecer uma outra cidade Inca impressionante, Choquequirao!!! Este ainda é um caminho não muito turístico, mas que vale imensamente a pena.


Porque será que não vai tanta gente? Porque só se chega aí caminhando ou a cavalo. É realmente um caminho lindo e também ruínas lindas.

Aí em Choquequirao viveu o último Inca, Atawapa. Dizem que ainda há muito por ser escavado(até agora foram somente 30% escavados)  e que quando se “termine” é possível que seja bem maior que Machu Picchu. Ainda bem que tive a oportunidade de conhecer enquanto não está tão turístico. Chegamos e tivemos a sorte de ter as ruínas só pra gente!!! Algo impossível de acontecer em Machu Pcichu!!!






O caminho é simples assim, primeiro você desce até o rio, depois sobe até quase a nuvem (onde está a cidade Inca), depois desce de novo e sobe de novo...fácil né...mas o desnível dessa subidinha e descidinha é só de 1500mts. É um trecking bem puxado mesmo. Mas lindo demais!!!

A cidade de Coquequirao. Acampamos bem pertinho da cidade e saímos pela manhã a conhecer. Nada de turistas. A cidade inteirinha só pra gente!!! 

ha essa sua mania de fazer pirueta...hahaha...respeita a casa Inca menina!!!

Bom, acho que aqui terminamos esse tour Inca...rss...como dizem o povo aqui : “To arta de cosas Incas ya”!!! 
É que esses Incas escolhiam os lugares mais difíceis pra construir tudo...rss...agora seguimos rumo à Lima...quero de novo um pouco da brisa do mar!!!Emoticon smile
Gratidão aos amigos que compartilharam estes dias Antoni (Supertramp de la Ribeira), Rogério, Cris, e Andréa que de novo veio do Brasil pra compartir dias pedalando comigo!!!

Resumo desta parte da Viagem:

Dia 248=> Cuzco=> Hostal Estrellita
Dia 249=> Cusco=> Hostal Estrellita
Dia 250=> Cusco – Urubamba => Hostal
Dia 251=> Urubamba – Ollintaintambo =>Camping
Dia 252=> Olltaimtambo – Santa Tereza =>Camping
Dia 253=> Santa Tereza – Aguas Calientes=>Camping
Dia 254=> Aguas Calientes – Machu Pichu=>Hostal Estrellita
Dia 255=>Aguas Calientes- Cusco=>Hostal Estrellita
Dia 256=>Cusco=> Hostal Estrellita
Dia 257=>Cusco – Chegada Andrea=>Hostal Estrellita
Dia 258=>Cusco=>Hostal Estrellita
Dia 259=>Cusco a Ancauhasi=> Policia
Dia 260=>Ancahuasi a Carmen =>barraca
Dia 261=>Carmen a Curahuasi =>Bomberos
Dia 262=>Curahuasi a San Pedro de Cachorra =>Sr. Clementino
Dia 263=>San Pedro de Cachorra=>Sr. Clementino
Dia 264=>Cachorra a Playa Rosalina=>camping
Dia 265=>Playa Rosalina a Camping Choquequirao=>camping
Dia 266=>Camping Choquequirao a Playa Rosalina=> camping
Dia 267=>Playa Rosalina a Cachorra=>Sr. Clementino
Dia 268=>Cachorra=>Sr. Clementino

Dia 269=>Cachorra a Abancay =>Bomberos




Gostou da viagem, quer saber mais e principalmente fazer parte dessa ideia maluca? 

Vem aqui e veja como pode colaborar!!! :)


Quer saber das outras pedalADAs e onde estou agora? Veja aqui no mapa !

Bons pedais pessoal e até as próximas!!!





Mais algumas fotos deste trecho  da viagem abaixo e aqui no Face!!!






















































Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sujou...pintou cachorro na área...o que fazer???

Documentário: "Um ano entre Kouru e Ushuaia.

Aplicativos úteis em viagens de bicicleta!