Sujou...pintou cachorro na área...o que fazer???



Todo mundo diz que o cachorro é o melhor amigo do homem, isso é fato...mas quando este mesmo homem está em cima de uma bike, não sei o que acontece...a cachorrada não segue a risca isso... perturba muito ciclista por aí...afinal quem nunca teve que se matar pra fugir de um (ou vários) malditos cachorros que resolvem atacar a sua pobre bicicletinha...????

Engraçado que não passava por isso há tempos...mas em duas semanas isso me aconteceu duas vezes, e não foi com um único cachorro, eram vários, que me deram um susto danado e na última vez um deles chegou a tirar um fino em mim...me deixou com um arranhão...nada grave, apenas o susto tremendo!

Neste último episódio estava sozinha, pedalando feliz e contente pela via L4 (aqui em Brasília tudo tem esses nomes estranhos) e eis que de repente, surgem uns quatro cachorrões do nada, correndo em minha direção. Os que conhecem Brasília sabem que pela L4 passam muitos carros, principalmente durante a semana e a noite.

No susto, fui pro meio da pista tentando fugir dos fanfarrões e eis que surge um carro, guiado por um anjo, que gentilmente me protegeu, fazendo a minha escolta desses terríveis caezinhos... Não fosse esse  anjo, fatalmente minhas linda panturrilhas estariam neste momento com as marcas de pelo menos um destes bichanos... 

Mas então vamos ao que interessa...seja durante uma cicloviagem, ou num passeio na cidade ou mesmo nas trilhas...pintou cachorro na área...o que fazer???

Não sei se existe uma resposta certa para esta pergunta, vou relatar apenas o que alguns amigos já me disseram que funciona quando surge um destes velozes e furiosos na área...


  • Tenha sempre uma caramanhola com bastante água a postos...quando eles aparecerem, mão na caramanhola e água neles...me disseram que essa técnica é infalível...mas eu nunca testei, no dia relatado acima eu não tinha uma caramanhola a postos...

  • Técnica do nocaute: sim, me disseram que essa técnica é boa. e que depois de usada o cachorro não vai se atrever a correr atrás de mais nenhum outro ciclista em sua vida...mas tem que pensar rápido e ter sangue frio ...eu acho que nunca vou lembrar de fazer tudo isso e nem terei coragem (tadinho do cachorro)...hehehe... mas então...se você usa sapatilhas, lembre-se de no momento em que os anjinhos vierem em sua direção, desclipar os pés...espere a aproximação dos cães...com sangue frio..dê-lhes um chute com o calcanhar, bem no queixo do "anjinho"...e pronto!!!
Quem já usou essa técnica  diz que é infalível, proporciona um nocaute instantâneo  mas não causa maiores danos ao anjinho ...em alguns minutos ele vai se levantar , mas vai pensar duas vezes antes de sair correndo por ai atras dos pobres ciclistas.

  • Dica 3 ... a única que usei até hoje (mentira agora tem a dica 4 que usei e funcionou :P)...e que contando com a ajuda de todos os anjos, santos e orixás funcionou...Corra lola corra... não deu tempo de pensar nas opções anteriores, só resta correr...neste momento surgem forças do além e você se torna o ciclista mais veloz de todos os tempos...só assim pra escapar...e já dizem por aí, que não há no mundo melhor treinador para um ciclista do que um cachorro na sua cola!!!

  • Dica 4 ... essa usei recentemente, no final do ano durante um pedal indo para a Serra dos Alves - MG, é uma técnica simples e funcionou bastante, pelo menos com os cachorros "de roça" se é que assim podemos chamá-los, bom, a técnica consiste em: viu o cachorro, ele veio em sua direção?...diminua a velocidade! E se preciso PARE. Eu ainda bato um papo com ele, digo: "amigo...paz...calminha..." ... e ele entende!!! Parece simples mas funciona bem. Quando você para ele perde a graça e para de latir...aí é só sorrir e voltar a pedalar novamente!!!
Falando assim parece brincadeira, mas quem já passou um sufoco destes, e conseguiu escapar (ou não) sabe como é tenso o momento...se conseguiu escapar ótimo...resta rir da situação...se não conseguiu espero que as consequências da mordida não tenham sido tão graves...uma amiga já passou por isso em uma de nossas cicloviagens e o susto foi grande! Se isso te acontecer procure assistência médica SIM. Tome as doses de vacina recomendadas...não deixe de fazer isso!!!

Mas então, sabe de alguma outra técnica infalível? Conta aí!!!!


P.S: Mas nem todos os cachorros são inimigos do ciclista, vejam esse aqui... deu vontade de levar pra casa...



Comentários

  1. Oi Ada!! Feliz 2014!!

    Na cidade e em estrada é difícil, mas quando faço trilha, sempre encontro cães pelo caminho. Meu filho fica em pânico.

    Se eu vejo que dá tempo, mando ele acelerar e a fugimos. Mas se vejo que não vai dar tempo, ou que não vamos conseguir acelerar, eu reduzo e paro. "Amigo, amigo", ou "Calma, calma" funcionam bem.

    Outro truque que aprendi no Caminho do Sol foi "levantar o cajado". Claro que de bike a gente não tem cajados, mas se tiver um pedaço de pau por perto você levanta e os cães param. Não te atacam... O problema é voltar a pedalar com um cajado levantado! Ahahahahahah

    Eu prefiro mesmo a técnica do "calma, calma".

    ResponderExcluir
  2. Ola,eu prefiro acelerar,sempre que vou dar um giro aqui pelo bairro tem um malhadão que parece que fica me esperando,então qdo me aproximo de onde ele fica coloco a marcha de força e pedal pra dentro ,ele vem tenta me acompanhar mas desiste no caminho pois ando mesmo kkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu semore paro e eles ficam sem graça e param...não gosto de acelerar...vai que são mais rápidos que eu? rss

      Excluir
  3. Parceiro, dar chute no cachorro é agressão passível de pena pois maus tratos é crime sabia? Sou ciclista a 30 anos e nunca precisei chutar um cachorro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo você tem toda razão.
      Eu sou ciclista há mais de 20 e nunca fiz isso. A minha técnica é infalível. Paro a bike e pronto. Eles sempre param. Nunca me atacaram. Mas não saberia te dizer numa situação de desespero E LEGITIMA DEFESA, e de agressão por parte dos cachorros e tentaria usá-la. Espero realmente nunca precisar!!! Que fique claro que não estou incentivando ninguém a usá-la, porque como você disse é uma agressão, mas no caso de legítima defesa...

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Documentário: "Um ano entre Kouru e Ushuaia.

Aplicativos úteis em viagens de bicicleta!