Estrada Real - Caminho dos Diamantes - Dia 05 - Bom Jesus do Amparo a Catas Altas

No quinto dia, acordamos um pouquinho mais tarde (também o dia ontem foi movimentado, e ainda teve o jogo do Galo...ou seja, todo mundo foi dormir tarde)...tomamos café, arrumamos as coisas e fomos tirar a foto oficial na Igreja de Bom Jesus do Amparo.

Tínhamos combinado de encontrar o Fernando Gonçalves,  um guia turístico da cidade, que nos recebeu muito bem. Ele faz um trabalho bem bacana, ajuda os turistas com informações sobre a Estrada Real. Quem quiser entrar em contato com ele tá aí o email:  ferghuma@gmail.com 

Então, fomos lá tirar a nossa fotinha...e despedir de 3 da nossa turma, que iriam embora hoje. O Alexandre, o Miranda e o Emmanuel resolveram voltar pra Viçosa mais cedo. Uma pena...Fotinha tirada, seguimos adiante. 


O caminho inicial, saindo de Bom Jesus, é tranquilo, começa com um trecho asfaltado, depois estradas de terra, cruza a BR 381 e depois entra numa estrada cheia de eucaliptos. Essa estrada é bem gostosa, mas tem muitas estradas, que mudam com o decorrer do tempo, em função do corte das árvores. É necessário cuidado pra não se perder. Use a planilha (ou gps) que tem disponível no site pra não se perder. Além disso, é bom ter a planilha no cruzamento com a BR 381 e também no trevo na saída de Bom Jesus do Amparo.

Cocais é um distrito bem bonito, como vários outros que passamos...saindo de lá, começa uma subidona. Subidona mesmo. Mas por incrível que pareça, ela é agradável, tem bastante árvores em volta...foi um dos caminhos mais bonitos que passamos. 

No meio da subidona, passamos pelo Sítio Arqueológico Pedra Pintada, vale muito a pena visitar. Tem pinturas rupestres de 6000 anos atrás. É cobrada uma taxa de visitação de R$ 5,00. Há, lá aproveitamos e comemos muita jabuticaba no pé...uma delícia, coisa que não fazia já ha tempos...



Neste mesmo trecho seguindo a estrada, um pouco depois da entrada do sítio arqueológico, tem a entrada da cachoeira Pedra Pintada. Nós não fomos lá dessa vez. Eu já visitei a cachoeira e ela realmente é muito bonita.

A subida continua...mas, como disse, numa estradinha bem agradável...e depois, você será premiado com uma das descidas mais gostosas que já experimentei. Nossa, descemos e gritamos tanto, mais tanto..foi uma catarse e tanto, uma limpeza da alma...parecíamos loucos...mas muito felizes...bom demais...

Em Barão de Cocais, tivemos dificuldades em encontrar a saída. Acabamos pegando um trecho de asfalto (rodovia) e entrando bem lá na saída de Santa Bárbara (Marco 487) rumo a Catas Altas. Pegamos um trecho de estrada de terra e em seguida entramos num sigle delicioso. Neste trecho é bom ter a planilha tbm, poque você pode ter dificuldade em encontrar o início do single (próximo ao Marco 488).

Passamos pelo Bicame de Pedra, um aqueduto construído pelos escravos em 1792. Segundo informações as pedras foram postas sob pressão, sem qualquer tipo de concreto, sobre o qual corria água pra abastecer antigas fazendas da região. O lugar é bem interessante. Pena que já era noite ...

Chegamos em Catas Altas e fomos pra pousada, tomar banho e procurar comida. Estávamos todos, pra variar , mortos de fome.

O dia foi longo, mas o percurso foi lindo. Um dos melhores...amanhã, já chega a dar tristeza só em pensar que é o último dia!!!

Resumo do Dia:


Distância Percorrida (Bom Jesus do Amparo a Catas Altas) : 68 km

Detalhes em :

http://connect.garmin.com/activity/349134410
http://connect.garmin.com/activity/349135710

Dicas úteis:

  • Em Cocais  visite o Sítio Arqueológico Pedra Pintada e também a Cachoeira de mesmo nome. Fone: 31-9998-9419
  • Em Barão de Cocais    atenção na saída pra não errar. Lá é possível entrar em Santa Bárbara ou entrar sentido Brumal, aí você tem a opção de visitar o Santuário do Caraça, que é lindo e merece visita, mas requer tempo. O ideal é que , caso opte por visitá-lo, reserve um dia pra isso.
  • Em Catas Altas ficamos na pousada Casa Pieta, foi uma das melhores que ficamos em todo caminho. A diária foi R$ 50,00 por pessoa, com um café da manhã delicioso (apesar de não ter pão de queijo...rss).
  • Neste dia não jantamos, optamos por comer pizza...comemos na Pizzaria Estrada Real (valeu Fernando por me ajudar a lembrar o nome da pizzaria), pizza boa, com a fome que eu tava acho que comia uma pizza gigante sozinha...rss..
Quer ter todo conteúdo desta viagem, de forma prática e disponível para acesso em qualquer lugar?
Tem o e-book disponível no site da Amazon. 
Clique aqui e confira!!!!

Mais algumas fotos:

































Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sujou...pintou cachorro na área...o que fazer???

Documentário: "Um ano entre Kouru e Ushuaia.

Aplicativos úteis em viagens de bicicleta!