Resumo - Estrada Real - Caminho dos Diamantes



Vou tentar resumir bem a viagem neste post, com as informações mais compactas. Sei que tem gente que tem preguiça de ler o relato dia por dia, então segue o resumo de nossa viagem, com algumas informações úteis.


  • Percurso: 

Início da pedalada: Cidade de Diamantina- MG - 21/07/2013
Fim da pedalada: Cidade de Ouro Preto - MG - 26/07/2013
Total de 06 dias pedalados.


  • Quilometragem total: 411 km.

Detalhes do percurso em:
http://connect.garmin.com/activity/350819714




Abaixo um resumo do percurso diário que fizemos:

  • Guia usado: GUIA ESTRADA REAL - CAMINHO DOS DIAMANTES para ciclistas e caminhantes disponível no site do Antônio Olinto
       Só uma observação sobre o guia: ele as vezes não segue o caminho das "placas" de sinalização do Instituto Estrada  Real.         Nós optamos por seguir o caminho proposto pelo Instituto.

  • Site útil: Instituto Estrada Real , neste site é possível obter as planilhas, o tracklog pra GPS, informações detalhadas sobre as cidades e nem precisa comprar o guia se não quiser, apesar de que, gostei bastante do guia do Antonio Olinto.

  • Gasto médio com hospedagem em pousada em quarto duplo por pessoa: R$ 40,00/dia.

  • Gasto médio em alimentação: R$ 30,00/dia. Mas, eu sou uma pessoa que não como tanto...rss..esse valor engloba o lanche durante o dia, a janta (eu não almoçava), que geralmente era um valor fixo (independente do tanto que você come) na média 12,00, e a cerveja pra fechar o dia com chave de ouro, claro.
  • Caso queira mais informações sobre hospedagem, alimentação e dicas do percurso verificar as postagens de cada dia da viagem.

Impressões do caminho:


Pra mim foi bom demais fazer este percurso, primeiro porque Minas Gerais é minha terra, amo este estado, e poder pedalar por regiões tão belas, algumas que até desconhecia, me fez muito bem.

As pessoas de Minas sempre calorosas, a receptividade muito boa. Senti falta do pão de queijo nas pousadas. Amo pão-de-queijo e em nem um dia teve em nosso café da manhã. rss

Em alguns pontos do caminho confesso que fiquei triste. A nossa linda natureza sendo devastada pelo progresso, muitos caminhões mudando a nossa linda paisagem. Sim, este é o preço que se paga pelo desenvolvimento. Se vale a pena não sou eu quem vou dizer, mas uma coisa é certa, se essa exploração, realizada principalmente pelas empresas mineradoras não pode parar, pelo menos deve haver uma forma de se explorar, sem que a população sofra tanto, sem que a natureza sofra tanto.  Essa foi uma parte triste da viagem, principalmente ter que compartilhar as estradas com tantos caminhões em muitas partes do caminho...



Outro ponto importante é que acho que a população das cidades que fazem parte da "Estrada Real" devem ser inseridas neste projeto. Em muitas cidades que passei os locais simplesmente não sabiam do projeto em si. Sabiam das plaquinhas, que tinha gente passando por lá sempre, mas não sabiam a essência do projeto, o porque dessa estrada e como eles se inserem neste meio. Este é um dos pontos que acho que merecem mais atenção dos governos locais e do Instituto Estrada Real, eles devem capacitar os locais de forma que eles se sintam inseridos e parte disso tudo!

Outra coisa, é um caminho seguro! Apesar dos probleminhas que tivemos (uma mordida de cachorro em uma colega), acho que é um caminho seguro de ser feito, até mesmo sozinho. As cidades são bem próximas umas das outras e se você for bem preparado, com equipamentos de confiança e revisados, não tem com o que se preocupar. Quer dizer, se preocupe em aproveitar apenas...as paisagens, a história, as pessoas de cada lugar!!! APROVEITE!!!



Bom, é isso aí...em breve compartilho meus preparativos sobre a cicloviagem para o Caminho de Santiago. 

Hasta Luego! 


Quer ter todo conteúdo desta viagem, de forma prática e disponível para acesso em qualquer lugar?
Tem o e-book disponível no site da Amazon. 
Clique aqui e confira!!!!


Comentários

  1. Procurando informações sobre a Estrada Real de bike cheguei ao seu blog. Muuuuito legal! Legal ver o relato de uma menina corajosa e determinada!! Nunquinha que eu me proporia a fazer um caminho desses "só"!!
    Já fiz algumas cicloviagens e sei que pedalar na terra é sempre mais cansativo. Fico pensando nesse dia que você pedalou 85km... Deve ter sido muuuuito difícil...
    Fiz o Caminho do Sol em junho deste ano com meu marido. Foi bem legal também. Devia ter feito um registro dia-a-dia como você, porque o tempo passa e a gente vai esquecendo os detalhes, né?
    Parabéns pelo blog e gratidão por compartilhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tatiana,
      esse pedaço da Estrada Real é realmente lindo...é dificil, mas vale a pena cada subida pesada, cada sacrifício, porque as paisagens são lindas.
      Eu ia só, mas ainda bem que encontrei amigos pra dividir esse momento bacana.
      Mas uma coisa aprendi na vida...não dá pra ficar esperando a companhia certa pra fazer as coisas que queremos, por isso agora, se desejo vou em frente e busco a realização. Claro que se tiver uma companhia boa melhor ainda, mas se não tiver, bom...aí o jeito é ir só...rss...e na verdade nunca se está só...no caminho sempre encontramos algum maluquinho como a gente!!!
      Depois vou ver seu blog...
      Bjo

      Excluir
  2. Eita, Ada! vou ler tudo do seu blog! Vamos fazer o Caminho dos Diamantes em setembro! bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Léo, esse caminho dos Diamantes é muito lindo...e difícil, mas as belas paisagens compensam qualquer sacrifício!!! Faça sim, vai adorar...se precisar de ajuda é só perguntar e também tenho um guia deste caminho, se quiser posso te emprestar, ele é muito bom pra ajudar no planejamento dos percursos!!! Bons pedais!!!

      Excluir
  3. Parabéns pelo relato relato, muito bom! Me deu até vontade de voltar lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu...muito bacana seu blog também...bons pedais sempre!!!

      Excluir
  4. OLÁ A TODOS. ESTOU QUERENDO FAZER TODO O CAMINHO DO DIAMANTE A PÉ,PROCURO GRUPOS OU PESSOAS QUE QUEIRAM,SOU DE CAMPOS,RJ. ABS
    FERNANDOMALACARNE3@GMAIL.COM
    22-998083066

    ResponderExcluir
  5. Para a leitura fazer sentido estou lendo do inicio e dia após dia e infelizmente as minhas curtidas aqui no blog não estão sendo registradas, geralmente eu uso esse recurso para saber onde parei, rs. Eu não canso de parabeniza-la Ada, estou adorando tudo isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniel,

      desculpa o atraso na resposta. Mas me alegro pelo comentário e por estar sendo útil cada postagem...Se precisar de alguma informação estou aqui.
      Abraços.

      Excluir
  6. Muito bom cada relato do caminho Estrada Real, sou novo na cicloviagem e quero muito me preparar também pra fazer minha primeira cicloviagem,valeu muito a pena ter lido cada dia dessa viagem, aprendi um bocado, sou de São Paulo e não vejo a hora de pedalar por aí conhecendo novos lugares, culturas e pessoas, a cada pesquisa que faço sobre ciclismo fico mais ansioso pra pegar estrada! Logo logo se Deus quiser! Valeu Ada pelas dicas do seu blog..... e parabéns pela viagem e pelo conteúdo compartilhado conosco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Junior,

      que bom que gostou do relato.
      Te digo que depois de quase 3 anos fiz parte do caminho de novo...está bem diferente, mas continua bonito.
      Te recomendo a leitura do site dos amigos: http://www.olinto.com.br/ eles têm um guia da Estrada Real que vale a pena comprar.
      Abraços e espero que realize sua primeira cicloviagem em breve!!!

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sujou...pintou cachorro na área...o que fazer???

Documentário: "Um ano entre Kouru e Ushuaia.

Aplicativos úteis em viagens de bicicleta!